PATROCÍNIO
DESTAQUES
17 de março de 2015 Projeto Vale Sustentável inicia a recuperação de 130 hectares de áreas degradadas na região do Vale do Açu.
Assentados realizando o enriquecimento da cobertura florestal no assentamento rural Margarida Alves, em Carnaubais. Assentados realizando o serviço de cerca na APP do assentamento rural Prof. Maurício de Oliveira, em Assú.
Patrocinado pela Petrobras, por meio do programa Petrobras Socioambiental, o Projeto Vale Sustentável iniciou neste mês de março a recuperação ambiental, através do enriquecimento da cobertura florestal, de 130 hectares de áreas degradadas na região do Vale do Açu. O projeto pretende recuperar 4% das Áreas de Preservação Permanentes (APP) e de Reserva Legal (RL) de 5 assentamentos, beneficiados pelo projeto dentre eles: Prof. Maurício de Oliveira com 40 hectares, Irmã Dorothy com 30 hectares e Novo Pingos, Rosa Luxemburgo, Margarida Alves com 20 hectares, cada. Com o objetivo de preservar a biodiversidade, o enriquecimento da cobertura florestal está sendo realizada com 65 mil mudas diversificadas de espécies nativas do Bioma Caatinga dentre elas: angico, baraúna, aroeira, cajarana, cumaru, espinheiro, mufumbo, aveleira, imbiratanha, joão mole, ipê roxo, ipê rosa, mulungu, catingueira, juazeiro, craibeira, jurema branca, jurema preta, marizeiro, canafístula, marmeleiro, carnaúba, mororó, jurema amorosa, oiticica, pereiro, sabiá, mutamba, jucá, trapiá, umburana, catanduba, umbu e cajá. Para o coordenador geral do projeto Auricélio Costa, essa ação está consolidando o objetivo do projeto. “Estamos fazendo uma intervenção humana para recuperar as áreas de reserva legal e de preservação permanentes que sofreram degradação ambiental com a extração de lenha para queima nos fornos do parque ceramista na região”, afirmou o coordenador geral do projeto. Além de desenvolver ações voltadas à recuperação das áreas degradadas, o projeto Vale Sustentável esta realizando a formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres e o enriquecimento dos quintais produtivos com 10 mil mudas frutíferas, adaptadas às condições naturais da região que vão contribuir para garantir a sustentabilidade ambiental desses espaços, criando dessa forma condições para que as presentes e futuras gerações possam desfrutar de um ambiente mais justo e equilibrado. “Esse nosso trabalho é pioneiro no estado do Rio Grande do Norte. O projeto Vale Sustentável está cumprindo o seu papel também em frente aos anseios do nosso público alvo que são os mais de 2.200 assentados que estão sendo educados para garantir a conservação do único bioma exclusivamente brasileiro que é a Caatinga”, pontuou Auricélio Costa. O projeto Vale Sustentável é executado pela Associação Norte-Rio-Grandense de Engenheiros Agrônomos (ANEA) em 12 assentamentos da Reforma Agrária localizado nos municípios de Assú e Carnaubais.
REALIZAÇÃO
Av. Santos Dumont, 479 - Mirassol Natal/RN - CEP 59078.200 84 3206 5870
WEBMAIL